Talent no WhatsApp
WhatsApp +1 407 624 9270
Central de Atendimento Brasil (11) 2391 1424
USA +1 407 801 0070
Como Ganhar Dinheiro com Aluguel de Temporada em Orlando

Corretor de Imóveis em Orlando – Protegido por Leis e Costumes

Brasileiro impedido de comprar casa em Orlando por bypassar seu corretor.

No início de novembro, um cliente de Sorocaba (SP) entrou em contato interessado em investir em imóveis. Me disse que seu objetivo seria adquirir até 3 imóveis de $300,000 cada para trabalhar com aluguel de temporada em Orlando. Já na primeira ligação de 30 minutos, expliquei em detalhes como funciona o processo de compra de casa financiada nos EUA, como contornar as restrições para estrangeiros financiarem mais de um imóvel em Orlando, esclareci sobre a legislação de câmbio, compra e remessa de divisas do Brasil para EUA e, evidentemente, apresentei alguns dos imóveis disponíveis no mercado de Orlando.

Depois de falarmos mais 2 vezes por telefone, o cliente informou que seu filho viria a Orlando em 20 dias e pediu para que o recebesse e apresentasse as propriedades disponíveis para venda. Assim que o filho chegou a nossa imobiliária em Orlando, como é de praxe, assinou uma ficha de cadastro de cliente onde constava seu nome e o do pai. Depois de um almoço, fomos visitar quatro condomínios estilo resort que se enquadravam no perfil solicitado. 

Em cada empreendimento visitado, preenchemos os formulários de registro de cliente que permaneceu em poder das respectivas construtoras.

Três meses depois de tanto trabalho, o pai voltou a Orlando para comprar um dos imóveis que apresentei ao filho. Mas para minha surpresa, ele estava acompanhado de outra corretora. Ao identificar o conflito de interesses, a construtora prontamente comunicou a nova corretora que o cliente estava registrado em meu nome e que nao poderia prosseguir com o contrato.

A corretora (brasileira) inicialmente tentou negar o vínculo entre mim e o cliente. Só desistiu de interferir no negócio quando recebeu copia dos registros. Fez isso porque foi advertida que poderia ter a licença suspensa se prosseguisse com a interferência.

Enviei um e-mail para a construtora e ao cliente dizendo o seguinte: “como brasileiro, corretor de imóveis no Brasil e na Flórida, tenho conhecimento de meu povo e de meu pais. Os hábitos e leis do Brasil não coíbem que compradores brasileiros bypassem seus corretores de imoveis. Mas na Flórida, as leis e costumes nos protegem muito mais”. Disse ainda: “Prezado Cliente, entendo que não houve má intenção em sua conduta, este impasse é fruto do desconhecimento das leis americanas… estou a disposição para darmos seguimento ao contrato de compra”.

A pedido da gerente da construtora, liguei ao cliente para concluir o negócio. Esta foi minha segunda surpresa. Ele se fez de ofendido! Depois de usar meus serviços, consumir meu tempo, ter um almoço pago por mim, vem me dizer que estava ofendido com meu e-mail. Tentei explicar como funcionam as coisas na América, mas ele não me deu ouvidos. Insistiu em tentar comprar a casa com a outra corretora.

Você como brasileiro já deve estar imaginando que a construtora, de olho na venda de 3 casas de $340,000 (total US$ 1,020,000) correu para fechar os contratos, certo!? ERRADO!  A Construtora afastou-se do cliente e recusou-se a vender-lhe as casas. Entendeu que clientes que não respeitam o corretor não são bons clientes para ela. A construtora sabe como a América funciona: Leis e costumes fundamentados no senso comum de justiça. Um caso como este pode acabar na corte e trazer-lhe uma pena exemplar.

Enfim, fiz questão de contar esta história aos clientes brasileiros para evidenciar como as diferenças culturais podem interferir nos negócios imobiliários na Flórida. E termino com recomendações simples:

Como se relacionar com um corretor de imóveis na Flórida:

- Procure um Corretor Especializado em Orlando e no tipo de imóvel que você quer comprar;
- Antes de visitar um imóvel, avalie o conhecimento do corretor sobre ele. Se considerar que o corretor não conhece detalhes – descarte a visita. Seu corretor de imóveis deve ser um consultor e não um motorista.
- Esgote as possibilidades com um corretor, antes de procurar outro;
- Avalie o conhecimento do corretor sobre o processo de compra, cambio, financiamento.
- Seja sempre honesto e transparente com seu corretor;
- Seu corretor é um consultor e tem outros clientes que também demandam a atenção dele, por isso, as vezes ele não pode atender o telefone. As secretárias custam caro nos EUA. Envie um e-mail com suas dúvidas e aguarde ele te ligar;
- A América foi colonizada pela Inglaterra, por isso, respeite prazos e horários. Isso vai te ajudar a construir uma boa reputação;
- Não pense que você terá vantagens em comprar uma casa direto com a construtora. Muito pelo contrario, você não terá qualquer desconto e ainda perdera a assessoria de um profissional qualificado.
- Não generalize. Não pre-conceitue: Nem todos os Americanos são “bonzinhos” e nem todos os brasileiros são “malandros”, ou vice-versa. CUIDADO! Há bons e maus profissionais por todo lado.
- Lembre-se que, nas cidades turísticas (Orlando e Miami, por exemplo), há uma rede de captação de clientes comprometida com interesses comerciais. Por isso, tenha cautela com excesso de gentilezas de motoristas, garçons, recepcionistas sempre prontos a indicar um corretor conhecido.

Top