Talent no WhatsApp
WhatsApp +1 407 624 9270
Central de Atendimento Brasil (11) 2391 1424
USA +1 407 801 0070
Como Ganhar Dinheiro com Aluguel de Temporada em Orlando

Posso levar medicamentos na bagagem para os Estados Unidos?

Uma das dúvidas frequentes de quem costuma passar férias em Orlando e está sempre viajando para os Estados Unidos é em relação aos remédios na bagagem. Será que posso levar medicamentos na mala?

As dúvidas surgem por falta de conhecimento das regras das companhias aéreas, mas levar medicamentos em geral é bem simples. E se você faz uso contínuo de algum remédio, a indicação é mesmo levar uma quantidade suficiente para todo o período da viagem, pois você não vai conseguir comprá-lo sem receita médica (nem com a prescrição brasileira) nos Estados Unidos. Além disso, alguns remédios costumam ser bem mais caros nos EUA.

O lugar para levar os seus medicamentos é a mala de mão. Nunca despache os remédios junto com a bagagem, pois, em caso de extravio, você poderá ficar um tempo sem eles – o que pode acarretar algum problema de saúde. Leve os remédios em sua caixa original, acompanhado da bula. Remédios como aspirina, medicamentos para dor de estômago, antitérmicos e antiácidos podem ser levados sem receita. Medicações de uso contínuo como remédios para pressão arterial por exemplo, devem ser levados junto com a prescrição médica brasileira, em português mesmo. Já se você faz uso de antidepressivos ou remédios para dormir, é recomendado solicitar ao seu médico uma carta em inglês detalhando o tratamento e justificando o uso dos remédios.

Outro ponto importante é que, assim como no Brasil, existem duas categorias de medicamentos nos Estados Unidos: os vendidos fora do balcão, sem receita médica, e aquelas que são vendidos somente com prescrição. Em inglês o primeiro tipo é denominado OTC (over the counter). E, para o segundo, você vai precisar consultar um medico americano e pegar uma receita (ou prescription, em ingles).

Um dos medicamentos que são vendidos sem receita no Brasil e precisam de prescrição nos Estados Unidos são os anticoncepcionais. Além de serem bem mais caros, quem precisar comprar contraceptivos nos EUA terá que arcar também com o preço da consulta.

Outro ponto muito importante para a viagem é não deixar de contratar os serviços de um seguro saúde. Uma simples consulta médica para a prescrição de um remédio pode chegar a U$ 300 e , com o seguro, você tem cobertura caso precise de atendimento hospitalar, Lembre-se que não existe atendimento publico de saúde nos Estados Unidos e a conta do hospital costuma ser muito salgada!

Top